Além do “nome glamouroso” (todo dia inventam um novo 🙄), trata-se de maneira resumida, de um mix de ações e possibilidades, divididos em 5 tipos:

Sensorial, Emocional, Cognitivo, Comportamental e Relacional.

👉 O principal objetivo é levar experiências únicas aos clientes.

Por meio das ações, pode-se buscar o estímulo de sentidos como olfato, paladar e tato, causar sensações diferenciadas aos usuários como prazer ou alegria, trazer experiências físicas, entre outras formas inovadoras de conectar o consumidor aos produtos oferecidos.

Veja abaixo é um exemplo do Empire State Building, que recentemente inaugurou uma instalação de Marketing Experiencial que dá vida ao King Kong em seu museu.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por CLEBER VILLA (@clebervilla) em

O Marketing Experiencial é uma das formas mais eficazes de converter leads em clientes, sendo que as empresas interagem de forma dinâmica, inovadora e peculiar com os consumidores, tornando a relação mais íntima e criando relação de confiança.

Você consegue imaginar as diversas possibilidades de aplicar essa técnica em seu negócio?

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *